Ver todas as notícias

21_6_2021__0_Doar - Desaparecidos   nova foto (minimizado).jpg - uploaded/imgs/noticias/21_6_2021__0_Doar - Desaparecidos   nova foto (minimizado).jpg - Campanha para coleta de DNA com o apoio do Disque Denúncia  ao Ministério da Justiça e Polícia Técnico Científica, no estado do Rio, tem recorde no país  


Campanha para coleta de DNA com o apoio do Disque Denúncia  ao Ministério da Justiça e Polícia Técnico Científica, no estado do Rio, tem recorde no país  

21/6/2021



A campanha de apoio do Disque Denúncia ao Ministério da Justiça e a Polícia Técnico Científica no estado do Rio para estimular familiares de pessoas desaparecidas a fornecerem material genético para facilitar a busca e a identificação dos parentes teve recorde de coletas no país contabilizando, até agora, um total de 389 famílias que compareceram aos pontos de coleta para doarem material genético sendo o Rio , o estado que saiu na frente na divulgação e que teve o maior número de doações. 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública havia lançado no dia 25 de maio a Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas onde o objetivo era abastecer o Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG) e, por meio de exames biológicos, auxiliar na identificação de pessoas desaparecidas. 

Segundo o ministério, cerca de 80 mil pessoas desaparecem, no Brasil todos os anos. 

A coleta voluntária foi  realizada entre os dias 14 e 18 de junho, em todo o território brasileiro. O material coletado será cruzado com o banco de perfis genéticos de pessoas desaparecidas e de cadáveres não identificados. 

No Rio de Janeiro as ações foram coordenadas pelo Instituto de Pesquisas e Perícias em Genética Forense (IPPGF) e a Assessoria Técnica Especial da Polícia Científica, da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro com o apoio do Disque Denúncia do Rio na divulgação das ações. 

De acordo com Denise Rivera – Assessora Técnica Especial da Secretaria de Polícia do Estado do Rio de Janeiro – “A campanha foi um sucesso e a polícia científica, com o apoio  do Disque Denúncia na campanha de divulgação, teve o número recorde de coleta no Brasil. 

Agradecemos a todos que compareceram, compartilharam, a todos os profissionais envolvidos e ao  Disque Denúncia que nos atendeu prontamente . A divulgação em massa foi fundamental para o sucesso. 

Esta campanha foi um grande exemplo que deixou evidente a diferença que o comprometimento , o empenho, a solidariedade e a importância do trabalho em equipe podem fazer."

Até o final de junho, as coletas ainda serão realizadas nos diversos postos de coleta nos moldes da Campanha pois muitas famílias não conseguiram ir a tempo e, por isso, os procedimentos serão mantidos até o dia 30 de junho. 

O Ministério da Justiça informou que todo o material recolhido será utilizado com a finalidade exclusiva de identificação de pessoas desaparecidas. 
 


O programa Desaparecidos do Disque Denúncia é uma das ações mais efetivas no estado quando o assunto é localização de pessoas. O programa  confecciona cartazes com fotos das pessoas desaparecidas, com o telefone de contato do Disque Denúncia e, com a autorização das famílias, faz a divulgação nas redes sociais para facilitar a localização. Mais de 180 pessoas foram encontradas com ajuda do serviço.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.