Ver todas as notícias

25_9_2019__0_15f3c421-b235-476b-8c0a-3bfb60ada56e.jfif - uploaded/imgs/noticias/25_9_2019__0_15f3c421-b235-476b-8c0a-3bfb60ada56e.jfif - UPAm Desengano coíbe extração irregular de substância mineral em Campos dos Goytacazes


UPAm Desengano coíbe extração irregular de substância mineral em Campos dos Goytacazes

25/9/2019



Nesta terça-feira (24), policiais militares lotados na Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual do Desengano detiveram quatro pessoas e apreenderam 12 talhadeiras em uma pedreira clandestina localizada na Estrada do Morro da Itaoca, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

De acordo com os agentes da 3ª UPAm, uma denúncia de crime ambiental encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177), programa do Disque Denúncia do Rio voltado para meio ambiente, informava que no local havia uma pedreira em uma área degradada de 2 mil metros quadrados, onde diversos trabalhadores realizavam extração ilegal com certa frequência. Durante a fiscalização, os policiais abordaram quatro pessoas que estavam no local, fazendo a retirada e beneficiamento de pedras do tipo paralelepípedo. Questionados, os mesmos não apresentaram nenhuma licença ambiental pertinente para a atividade e foram encaminhados à delegacia da Polícia Federal, onde foram autuados a com base nos artigos 55 da lei de crimes ambientais juntamente com o artigo 20 da Constituição Federal.

Vale reforçar que no Norte e Noroeste Fluminense a população pode continuar ajudando a combater crimes ambientais, denunciando de forma anônima ao Linha Verde, pelo telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ” enviando fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.

LINHA VERDE, o Disque Denúncia do Meio Ambiente

 

 



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.