Ver todas as notícias

28_10_2016__1_post DD.png - uploaded/imgs/noticias/28_10_2016__1_post DD.png - Disque-Denúncia divulga horário de funcionamento no domingo de eleições


Disque-Denúncia divulga horário de funcionamento no domingo de eleições

28/10/2016



O Disque-Denúncia, em apoio a Justiça Eleitoral e aos órgãos de Segurança Pública, estará, de maneira excepcional (já que desde o fim do ano passado, por conta da crise financeira, a instituição não vem recebendo denúncias por telefone aos domingos e feriados), abrindo sua central de atendimento neste próximo domingo (30) de eleições, a fim de receber não apenas denúncias sobre crimes eleitorais, mas como outras ações criminosas. Vale ressaltar que o Disque-Denúncia trabalha de forma integrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) e outros órgãos de segurança para que essas denúncias sejam averiguadas e os ilícitos coibidos.

De 7h às 18h, a população poderá denunciar, de forma anônima, através dos  telefones 2253 117 (capital), 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local). Quem preferir, poderá ainda denunciar através do aplicativo do Disque Denúncia - onde é possível anexar fotos e vídeos - disponível nas lojas virtuais da Apple Store ou Google Play. Lembrando sempre que o anonimato é garantido ao denunciante.

No primeiro turno das eleições, mais precisamente no dia da votação, o Disque-Denúncia cadastrou 144 denúncias anônimas sobre diversos crimes. Destas, quase 50% (69) foi relativo aos crimes eleitorais. Os mais recorrentes foram: boca de urna e compra de votos.

Naquela ocasião, a capital foi a região onde houve maior incidência de denúncias eleitorais, seguida por Niterói, Duque de Caxias, Belford Roxo e Nova Iguaçu. Levando em conta apenas o município do Rio, a maior parte de denúncias sobre irregularidades eleitorais ocorreu na Zona Oeste da cidade.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.