Ver todas as notícias

27_7_2018__1_b56c2d66-1e8a-4192-8ca5-c1d3d6c7c02c.jpg - uploaded/imgs/noticias/27_7_2018__1_b56c2d66-1e8a-4192-8ca5-c1d3d6c7c02c.jpg - Disque Denúncia pede informações sobre os envolvidos na morte de policial militar em Itaguaí


Disque Denúncia pede informações sobre os envolvidos na morte de policial militar em Itaguaí

27/7/2018



O Portal dos Procurados divulga nesta sexta-feira (27), cartaz com título – Quem Matou? – para obter informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos na morte do 3º Sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro José Heleno, de 41 anos. Ele era casado e deixa dois filhos. Para isso está sendo ofertada uma recompensa de R$ 5 mil por informações exatas que levem até os criminosos.

O militar que era lotado no 24º BPM – Itaguaí - foi assassinado a tiros, na noite desta quinta-feira (26), na Estrada dos Teixeiras, próximo à Praça do Lanha, no município de Itaguaí, Região Metropolitana do Rio, quando traficantes atiraram contra a viatura em que ele e outro sargento de corporação estavam. O outro agente não foi atingido. 

Os dois militares estavam a caminho do Hospital São Francisco Xavier para render outros colegas que faziam o serviço de escolta na unidade hospitalar. Ele foi socorrido no hospital, que fica a cerca de 2 km de onde foi atingido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

Com a morte do Sgt Heleno, chega a 78 o número de Agentes de Seguranças mortos no Rio em 2018, sendo 63 policiais militares, 05 policiais civis, 04 Agentes Penitenciários (SEAP), 03 do Exército (EB), 01 Guarda Municipal de Bom Jardim, 01 Policial Federal e 01 da Marinha do Brasil. 

Essa contagem não leva em conta o caso do militar Samuel Ribeiro, cujo um corpo foi encontrado carbonizado dentro um carro em São Gonçalo, nesta terça (23). A Polícia aguarda o resultado do laudo pericial (DNA), para confirmar se realmente o corpo encontrado é do policial militar.  

Quem tiver qualquer informação a respeito dos envolvidos na morte do policial, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/;  pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.