Ver todas as notícias

23_7_2018__0_ee524c7b-6658-471d-86de-7930ae751294.jpg - uploaded/imgs/noticias/23_7_2018__0_ee524c7b-6658-471d-86de-7930ae751294.jpg - 400 m² de área de manguezal degradada é identificada em Angra dos Reis


400 m² de área de manguezal degradada é identificada em Angra dos Reis

23/7/2018



Policiais Militares lotados na Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) da Juatinga, estiveram neste domingo (22) em Angra dos Reis, na Costa Verde, onde comprovaram denúncia encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177), programa do Disque Denúncia do Rio específico para denunciar crimes ambientais, sobre poluição em Área de Preservação Permanente no bairro Encruzo da Enseada.

Na Avenida Vereador Benedito Adelino, os agentes da 4ª UPAm constataram uma área de mangue com cerca de 400 metros quadrados com entulhos, possivelmente oriundos da construção civil. Ainda no local, havia uma placa com os dizeres “mangue vivo”, proibido construir, aterrar e jogar lixo, e, segundo os policiais, no momento em que realizaram a fiscalização no terreno, nenhum responsável foi identificado. O caso foi encaminhado à 166ª DP (Angra dos Reis) onde a ocorrência foi registrada com base no artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais.

Vale reforçar que, em Angra dos Reis, a população pode contribuir com a redução dos crimes ambientais denunciando ao Linha Verde através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo APP “Disque Denúncia RJ”, enviando fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.