Ver todas as notícias

11_11_2022__0_10.11.2022 - 50 passaros 2 (minimizado).jpg - uploaded/imgs/noticias/11_11_2022__0_10.11.2022 - 50 passaros 2 (minimizado).jpg - Denúncia leva polícia a apreender cerca de 50 pássaros, material utilizado para caçar animais e armas de fogo


Denúncia leva polícia a apreender cerca de 50 pássaros, material utilizado para caçar animais e armas de fogo

10/11/2022



A partir de uma informação recebida pelo programa Linha Verde (0300 253 1177) e repassada ao Comando de Polícia Ambiental, policiais lotados na 1ª UPAm conseguiram resgatar de cativeiro nesta quinta-feira (10) 48 pássaros da fauna silvestre brasileira além de apreender armas, munições a apetrechos utilizados para caçar animais.

Os agentes da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual da Pedra Branca passavam pela Estrada do Gandu, em Santa Cruz, quando observaram diversas gaiolas penduradas em frente a uma casa, além de outras no interior do terreno, com quatro instrumentos de caça conhecidos como “boca de lobo” e uma arataca. A equipe da 1ª UPAm então procedeu em fiscalização e após autorização do responsável pelo imóvel, encontraram 26 gaiolas contendo 25 tizis, 11 coleiros, três tiê sangue, três tico ticos, dois canários da terra, um trinca ferro, um bicudo, um galo de campina e um galinho da serra, todos sem anilhas de identificação, além de duas espingardas com numeração suprimida e dois trabucos. Ainda durante as diligências, os policiais conseguiram apreender 171 cartuchos de diversas munições deflagradas e intactas, cinco frascos contendo balins, dois frascos com pólvora e um com espoletas.

O responsável informou aos agentes que não possuía nenhuma documentação para criação das aves, tampouco para a posse das armas, sendo conduzido então para a 35ª DP, onde ficou preso de acordo com o artigo 16 da lei do desarmamento, além de responder pelo artigo 29 da lei de crimes ambientais. Todas as aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) onde após tratamento serão reinseridas em seu habitat natural.

O Linha Verde, programa do Disque Denúncia voltado para o meio ambiente, solicita a ajuda da população para denunciar crimes ambientais em todo o Estado do Rio. Por telefone, as denúncias podem ser feitas pelos números 0300-253-1177 (custo de ligação local) ou (21) 2253-1177. O serviço também disponibiliza o serviço via Internet, através do aplicativo para celular “Disque Denúncia RJ”, pelo WhatsApp através do (21) 99973-1177, pelo site do Disque Denúncia ou pelo Facebook. Em todos os canais o anonimato é garantido ao denunciante.

LINHA VERDE, o Disque Denúncia do Meio Ambiente

 



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.