Ver todas as notícias

25_1_2022__0_8a67e9f9-b76a-4d25-9173-d7e6514a97fe.jpg - uploaded/imgs/noticias/25_1_2022__0_8a67e9f9-b76a-4d25-9173-d7e6514a97fe.jpg - Disque Denúncia divulga cartaz dos cinco acusados de sequestrar empresário em Maricá 


Disque Denúncia divulga cartaz dos cinco acusados de sequestrar empresário em Maricá 

25/1/2022



Criminosos, que integram uma quadrilha especializada em sequestros e estelionato,  estão sendo procurados pela Polícia por toda região de Maricá, na Região Metropolitana do Rio.

A operação é realizada por policiais civis da 82ª DP (Maricá) e teve início no dia 17 deste mês. 

Investigações apontam que o grupo segue toda a rotina de vida de empresários, comerciantes e de seus familiares. Passando-se por clientes, eles dão início ao crime marcando um encontro para fechar um suposto negócio com o proprietário da empresa ou estabelecimento. Logo após se encontrarem, anunciam o sequestro. No cativeiro, a vítima é tratada com violência física e é obrigada a fazer transferências, via PIX.

De acordo com a Polícia, os integrantes foram  identificados como Inaldo da Costa Souza, conhecido por "Naldinho"; Paulo Jobe de Souza Medeiros, o "Jobinho"; Dauro Duarte Ferreira, vulgo "Branco"; Breno Cunha Silva dos Santos e Alecssander Marins Pedro, apelidado por "Cobra". Todos são considerados foragidos da Justiça. As câmeras de segurança do Centro de Operações de Segurança (CIOSP) da cidade de Maricá foram essenciais na identificação dos acusados. 

Ainda segundo os agentes, contra eles consta mandados de prisão pelo crime de Extorsão Mediante Sequestro, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Maricá.
 

Para denunciar criminosos, de forma anônima, a população de Maricá pode contar com os canais do Disque Denúncia. 

(21) 2253-1177 

APP "Disque Denúncia RJ"

(21) 98849-6099 – WhatsApp do Portal dos Procurados



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.