Ver todas as notícias

24_10_2019__1_Encontro Niterói 4.jpg - uploaded/imgs/noticias/24_10_2019__1_Encontro Niterói 4.jpg - Disque Denúncia participa do 29º Encontro Nacional das Guardas Municipais em Niterói


Disque Denúncia participa do 29º Encontro Nacional das Guardas Municipais em Niterói

24/10/2019



O XXIX Congresso Nacional das Guardas Municipais, que teve início na tarde de ontem (23), é uma realização conjunta da Prefeitura de Niterói e do Conselho Nacional das Guardas Municipais do Brasil e tem como objetivo discutir políticas de segurança e ordenamento público. 

O evento permite que os comandantes e os especialistas das instituições municipais discutam a segurança pública e as diversas ações isoladas ou integradas que cada um realiza. 

Representantes do Disque Denúncia participam do encontro reforçando o acordo assinado com a Prefeitura de Niterói, que faz parte de uma ação do pacote  de medidas do "Pacto Niterói Contra a Violência" e que tem como objetivo receber denúncias anônimas sobre ações criminosas na cidade.

O evento ainda contará com a participação do Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade (FNCP) - a maior associação brasileira com foco exclusivo no combate à ilegalidade, que trará para o debate a importância da integração das Guardas Civis com o executivo municipal para o combate ao comércio ilegal, contrabando, pirataria e falsificação de produtos nas cidades do país.

O FNCP apresentará aos agentes públicos o maior case municipal de combate a produtos falsificados do Brasil. Realizado na capital paulista desde 2018, o trabalho consiste em operações contínuas da Prefeitura de São Paulo e da Guarda Civil Metropolitana, que contabilizam, até agora, a apreensão de cerca de 3 mil toneladas de produtos ilegais na região do Brás e na Rua 25 de Março - área central da cidade.

Durante o Congresso, os agentes de segurança terão a oportunidade de visitar o stand do FNCP onde serão exibidos vídeos sobre o mercado ilegal de cigarros no Brasil e sobre a campanha “Contrabando- Denuncie”, realizada pelo Disque-Denúncia, no Rio de Janeiro. A ação buscou conscientizar a população sobre a relação entre o contrabando - geralmente controlado pelo crime organizado - e o aumento da violência que atinge a sociedade, além de estimular a denúncia dos pontos de venda de produtos ilegais.

 

 


Também serão disponibilizadas ao público as informações do recente levantamento realizado pelo Ibope sobre o mercado ilegal de cigarros no Brasil. Segundo a pesquisa Ibope, este é o sexto ano consecutivo que o mercado ilegal de cigarros aumenta no país: de todos os cigarros consumidos em 2019, 57% foram ilegais, sendo que 49% foram contrabandeados (principalmente do Paraguai).
No caso do Rio de Janeiro, a participação do cigarro ilegal no mercado total caiu de 43% para 41% entre 2018 e 2019, o que pode ser relacionado com o aumento da repressão desde a intervenção militar. “Mesmo assim, continua a ser um índice alarmante”, acrescenta Vismona. O mercado ilegal de cigarros no deve movimentar R$ 764 milhões em 2019. Por outro lado, o Governo do Rio de Janeiro deve perder R$ 328 milhões em impostos

 


 

O encontro termina amanhã (25) e acontece no Caminho Niemeyer, no Centro de Niterói.

 



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.