Ver todas as notícias

8_8_2019__0_Resultado 24 BPM - 08.08.2019 4 (minimizado).jpg - uploaded/imgs/noticias/8_8_2019__0_Resultado 24 BPM - 08.08.2019 4 (minimizado).jpg - Produtos contrabandeados são apreendidos em um imóvel no Centro de Itaguaí com ajuda do Disque Denúncia


Produtos contrabandeados são apreendidos em um imóvel no Centro de Itaguaí com ajuda do Disque Denúncia

8/8/2019



Policiais do 24º BPM (Queimados) , em posse de informações repassadas pelo Disque Denúncia sobre a localização de produtos provenientes de roubo de carga, estiveram na tarde de hoje (08) em um imóvel na Avenida Doutor Curvelo Cavalcante, Centro de Itaguaí, e conseguiram apreender 183 mídias de CD; 04 caixas de cigarro, marca Gift; 26 caixas de cigarro, da marca Club One e 04 máquinas utilizadas para prática de jogos de azar.

O responsável pelo imóvel, identificado por José Itamar Barreto de Andrade, informou aos agentes que as mercadorias pertencem aos ambulantes e são guardadas no local. Ele foi encaminhado, junto ao material apreendido, à 50ª DP (Itaguaí) para o registro da ocorrência.

Este importante resultado acontece um dia após o Disque Denúncia lançar a campanha "Outdoors da Violência", que tem o objetivo de dar mais visibilidade a este tema, conscientizando cariocas e fluminenses sobre a relação entre o contrabando, geralmente controlado pelo crime organizado, e o aumento da violência que atinge a população, o Disque Denúncia.

Nos últimos três anos, aproximadamente 3500 informações sobre falsificação e contrabando de produtos em geral foram registrados no Disque Denúncia  - que compeltou 24 anos, de serviços pretsados, no dia 1º de agosto. Neste período de três anos, 1132 denúncias cadastradas versavam sobre os crimes de receptação, roubo, armazenamento, contrabando e falsificação de cigarros, sendo esse um dos principais produtos contrabandeados e falsificados, seguidos por roupas, calçados e artigos de vestuário, bem como produtos de informática, medicamentos e acessórios médicos. Vale recordar que até bem pouco tempo, os cd´s e dvd´s lideravam essas estatísticas, mas com os avanços tecnológicos da internet, tais produtos perderam espaço.

A campanha

Todo mundo sabe que a violência não para de fazer vítimas no Rio de Janeiro. Mas pouca gente pensa que o contrabando está diretamente ligado a homicídios, balas perdidas e outras ocorrências. O comércio ilegal é uma das principais fontes de lucro do crime organizado, portanto, o consumo de produtos contrabandeados patrocina a violência.

Com o objetivo de mostrar aos cariocas que cada centavo gasto no contrabando pode virar bala em armas clandestinas, o Disque Denúncia, em parceria com a Agência3, criou outdoors com uma mensagem direta. Contrabando é crime. E aumenta a violência que atinge você. Para deixar a ideia ainda mais clara e ampliar o impacto visual da peça, a palavra "você" foi escrita em um estande de tiro com disparos reais.

Além dos outdoors, a campanha conta com spots para rádio e peças digitais. Tudo para conscientizar a sociedade sobre o tema e evidenciar uma triste verdade: quem compra produtos contrabandeados pode acabar pagando com a vida.

As denúncias podem e devem ser feitas pela população de todo o Estado em nosso APP "Disque Denúncia RJ", onde é possível anexar fotos e vídeos, disponível nas lojas virtuais Google Play e Apple Store ou através dos telefones 2253 1177 (capital) e 0300 253 1177 (interior) no custo de uma ligação local. O anonimato é garantido ao denunciante.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.