Ver todas as notícias

9_7_2019__1_VIDIGAL (Maio 2019).jpg - uploaded/imgs/noticias/9_7_2019__1_VIDIGAL (Maio 2019).jpg - Disque Denúncia aumenta recompensa por informações sobre traficante de Angra dos Reis


Disque Denúncia aumenta recompensa por informações sobre traficante de Angra dos Reis

9/7/2019



O Disque Denúncia (0300 253 1177) aumenta nesta terça-feira (09) de R$ 5 mil para R$ 10 mil a recompensa por informações que levem a polícia a prender o traficante Willemsen Luiz da Silva, vulgo Vidigal.

De acordo com a polícia, Vidigal, que é natural do Rio de Janeiro, foi para Angra dos Reis e logo que se estabeleceu no Camorim Grande, comandou a invasão na comunidade da Lambicada, expulsando traficantes de uma facção rival. Atualmente ele é considerado o chefe do tráfico de drogas nessas duas comunidades e seria o responsável por diversas explosões a caixas eletrônicos na cidade.

Segundo o Portal do Procurados do Disque Denúncia, Willemsen Luiz da Silva é ligado a facção Comando Vermelho e contra ele há mandados de prisão expedidos pelos crimes de interceptação telefônica, assalto a mão armada e homicídio. Ele também é suspeito de tráfico de armas e suborno a policiais, em inquérito que tramita na 2ª Vara Criminal de Resende. Desde a assinatura do convênio com a Prefeitura de Angra dos Reis, o Disque Denúncia já recebeu 56 informações sobre tráfico de drogas nas comunidades do Camorim Grande e Lambicada, redutos de Willemsen Luiz da Silva.

Vale reforçar que a recompensa só é paga por informações feitas exclusivamente ao Disque Denúncia e que levem a polícia a capturá-lo. Para denunciar, a população pode ligar para o telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo desenvolvido para celulares “Disque Denúncia RJ”, onde é possível enviar fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.