Ver todas as notícias

24_6_2019__0_e1ec2da8-8af0-42a8-b3cc-b184ea487073.jpg - uploaded/imgs/noticias/24_6_2019__0_e1ec2da8-8af0-42a8-b3cc-b184ea487073.jpg - Construções irregulares são flagradas por policiais ambientais após denúncias em Cabo Frio e Arraial do Cabo


Construções irregulares são flagradas por policiais ambientais após denúncias em Cabo Frio e Arraial do Cabo

24/6/2019



Neste domingo (23), após denúncias de crimes ambientais encaminhadas pelo Linha Verde (0300 253 1177), policiais militares da 8ª Unidade de Policiamento Ambiental (Parque Estadual da Costa do Sol) flagraram construções irregulares ocorrendo em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos.

Segundo os policiais, as obras de três imóveis ocorriam no Parque das Garças , próximo a estação de tratamento de esgoto e encontravam-se em estágio inicial de construção, uma ao lado da outra. Três pessoas que trabalhavam no local informaram aos policiais serem os donos das mesmas, mas como não possuíam nenhuma licença para as obras e por estarem em desacordo com o artigo 60 da lei de crimes ambientais, foram encaminhados à 132ª DP (Arraial do Cabo), onde a ocorrência foi registrada.

Também através de informações do programa Linha Verde, do Disque Denúncia, os policiais ambientais estiveram em Cabo Frio, onde na Rua dos Prazeres, no Centro Hípico, a equipe constatou a existência de uma obra irregular ocorrendo dentro do Parque Natural Mico Leão Dourado. Durante a fiscalização dos agentes da 8ª UPAm, nenhum responsável pelo ilícito encontrava-se no local e a ocorrência foi registrada na 126ª DP (Cabo Frio).

Vale frisar que denúncias de crimes ambientais na região dos lagos podem ser feitas ao Linha Verde, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ” onde é possível anexar fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.