Ver todas as notícias

15_11_2018__0_33257952-3705-4f7d-b4f4-e88001ed0e74.jpg - uploaded/imgs/noticias/15_11_2018__0_33257952-3705-4f7d-b4f4-e88001ed0e74.jpg - Ações de combate aos crimes ambientais são realizadas em Petrópolis com auxílio de informações do Linha Verde


Ações de combate aos crimes ambientais são realizadas em Petrópolis com auxílio de informações do Linha Verde

14/11/2018



Em cumprimento a ordem de policiamento a fim de verificar denúncia de possível crime de poluição em uma marmoraria, encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177), policiais militares da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual dos Três Picos se deslocaram, nesta quarta-feira (14) à Estrada União e Indústria, em Itaipava, distrito de Petrópolis, na região serrana.

No local, os agentes da 5ª UPAm fizeram contato com um funcionário do estabelecimento e verificaram que a empresa utiliza água de poço artesiano para a manutenção dos serviços ali desenvolvidos, porém sem outorga por parte do Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e sequer possuía licenciamento ambiental para o funcionamento. Ainda durante a fiscalização, foi verificado que não só a marmoraria, mais todo o comércio local está localizado a menos de 30 metros do leito do rio, dentro de uma área de preservação permanente. Por não terem sido apresentadas as licenças ambientais pertinentes para o funcionamento, a equipe procedeu juntamente com o responsável à 106ª DP, onde a ocorrência foi registrada.

Em outra ação ocorrida em Petrópolis, também com ajuda de informações precisas vindas através do programa Linha Verde, do Disque Denúncia do Rio, os policiais resgataram 13 pássaros da fauna silvestre que eram mantidos em cativeiro, em uma residência localizada na Estrada Silveira da Motta, na Posse. Quando chegaram ao local denunciado, observaram quatro pixoxó, quatro coleiros, três trinca ferros, um tico tico e um bigodinho, todos em oito gaiolas penduradas no interior do imóvel e mais três que eram mantidas na varanda. Como o responsável pelos animais não apresentou nenhuma licença específica ou anilhas de identificações, os policiais o encaminharam à 106ª DP e posteriormente à Delegacia da Polícia Federal de Petrópolis, onde foram adotadas as medidas cabíveis.

O Linha Verde solicita aos moradores de Petrópolis e de toda a região serrana que continuem denunciando crimes ambientais através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou utilizando o aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”, onde é possível enviar fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.

 



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.