Ver todas as notícias

24_10_2018__0_WhatsApp Image 2018-09-10 at 16.03.23 (1).jpeg - uploaded/imgs/noticias/24_10_2018__0_WhatsApp Image 2018-09-10 at 16.03.23 (1).jpeg - Disque Denúncia de Niterói divulga balanço


Disque Denúncia de Niterói divulga balanço

24/10/2018



Um convênio firmado entre o Disque Denúncia e a prefeitura de Niterói está ajudando a polícia a controlar os índices de violência na cidade. O núcleo criado há pouco mais de um mês para atender ao município já recebeu mais de 260 ligações referentes a crimes cometidos na região.

O levantamento acaba de ser divulgado e faz parte do pacote de ações para controlar os altos índices registrados na região. A Câmara de Vereadores também tornou obrigatória a divulgação do telefone 2253-1177 em ônibus, comércios e condomínios. O Disque Denúncia disponibilizou o número 99973-1177 no WhatsApp exclusivamente para receber denúncias dos moradores.

O coordenador do Disque Denúncia, Zeca Borges assegura o anonimato das ligações. “A polícia e a Guarda Municipal não estão sós na tarefa de defender a ordem pública na cidade. A população está fazendo a sua parte, trazendo informações relevantes sobre atividades criminosas, com a garantia do anonimato”, explicou.

Balanço

Icaraí foi o bairro com maior procura, com 38 denúncias. Em seguida, o Fonseca, com 28; seguidos pelo Centro (27); Engenhoca (12) e Santa Rosa (11).

Principais demandas

Denúncias relacionadas ao tráfico de drogas geraram 66 ligações. Barulho excessivo, 25 denúncias; violência contra a mulher, 19; uso ilegal de serviços públicos, 16; e maus tratos contra animais, 11.

Além dos telefones convencionais, o 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói também disponibilizou o número 2717 9895 para atender a população, que também pode enviar suas denúncias para o email 12bpmdenuncias@gmail.com.
 

Fonte: Mais Notícias Online



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.