Ver todas as notícias

31_7_2017__0_11111.JPG - uploaded/imgs/noticias/31_7_2017__0_11111.JPG - Campanha


Campanha "Disque Balão" já recebeu 21 denúncias a mais do que o mesmo período do ano passado

31/7/2017



Por conta da queda de um balão na madrugada deste domingo (30), que atingiu a cobertura do Velódromo do Rio, equipamento que custou R$ 143 milhões e foi utilizado durante as Olimpíadas, o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio específico para que a população denuncie crimes ambientais, reforça o pedido à população para que denuncie esse tipo de atividade criminosa com a garantia do anonimato. Vale reforçar que a campanha “Disque Balão” foi criada com o objetivo de atuar na prevenção a prática de confecção, comercialização e soltura de balões.

Desde o início deste ano, o Linha Verde já registrou 66 denúncias sobre esse tipo de assunto, 21 a mais do que o mesmo período do ano passado.

Cabe ressaltar que a prática de soltar balões é crime (artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98). A pena para quem for pego confeccionando, comercializando ou soltando balões que possam provocar incêndios é de 1 a 3 anos de detenção ou multa, ou ainda ambas as penas cumulativamente.

Segundo dados do Comando de Polícia Ambiental, parceiro do Linha Verde e um dos órgãos responsáveis pela averiguação dessas denúncias, neste ano, as informações já ajudaram na apreensão de 75 balões, além da prisão de 10 pessoas e na apreensão de 529 materiais utilizados na confecção dos balões.

Por isso é importante que cada vez mais a população contribua com informações, já que a polícia não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Analisando os dados territorialmente, Rio de Janeiro, Nova Iguaçu e São Gonçalo são os locais onde há um maior número de denúncias cadastradas. Só na capital, os dados chamam atenção para a Zona Oeste, onde há relatos em Jacarepaguá, Praça Seca, Realengo e Taquara.

Para auxiliar a população a denunciar cada vez mais esse tipo de crime, o Linha Verde reforça que a partir de agora, além dos telefones 2253 1177 (capital) ou 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), é possível utilizar o aplicativo para celulares “Disque Denúncia Rio”, onde através do campo “meio ambiente”, o denunciante pode escrever um relato e o endereço do local onde vem ocorrendo o crime, além da possibilidade de incluir vídeos e fotos, também com a garantia do anonimato.

O Disque-Balão foi criado no ano de 1999 com o objetivo de estimular a população a denunciar locais de comercialização de balões, prevenir e reprimir a ação de baloeiros e a realização de festivais. A campanha é principalmente para sensibilizar a população para os riscos que os balões geram para a conservação e preservação dos recursos ambientais e para a segurança humana.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.