Ver todas as notícias

20_2_2017__1_Lixo no Carnaval.jpg - uploaded/imgs/noticias/20_2_2017__1_Lixo no Carnaval.jpg - CARNAVAL, FOLIA, MAS SEM LIXO NO CHÃO


CARNAVAL, FOLIA, MAS SEM LIXO NO CHÃO

20/2/2017



Carnaval, folia e sem lixo acumulado no chão. Esse é o enredo do Disque Denúncia e do Linha Verde para o Carnaval 2017.

O lixo depositado nas ruas, a céu aberto, atrai ratos, baratas e moscas, o que pode trazer doenças à população. Com a chegada das chuvas, os resíduos podem também permitir o desenvolvimento de larvas de mosquitos vetores de doenças como a dengue. No Carnaval, por conta dos diversos blocos que desfilam na cidade do RJ e em outros municípios do Estado, esse problema pode ser ainda mais sério e grave.

Desde o início do ano, o Linha Verde já recebeu mais de 48 denúncias informando locais onde há lixo acumulado. Em todo o ano de 2016, foram feitas 281 denúncias sobre esse assunto. É preciso que a população se conscientize e evite descartar irregularmente seu lixo.

Os foliões que vão brincar o Carnaval de rua devem ter cuidado com os pequenos resíduos a fim de descartá-los de forma correta. Vale frisar que o Linha Verde, programa do Disque Denúncia específico para denunciar crimes ambientais disponibiliza seus telefones para que a população possa denunciar qualquer local onde há acúmulo de lixo ou onde ele seja descartado de maneira irregular. Anote os números e pule o Carnaval sem lixo: 2253 1177 ou 0300 253 1177 (para quem não morar na capital, custo de ligação local). O anonimato é garantido.

 

Saiba mais:

 

Doenças: O lixo que vai para lixões a céu aberto ou terrenos baldios produz bactérias e fungos. Também atrai baratas, ratos, moscas, mosquitos etc. Esses animais podem transmitir doenças sérias, como dengue, febre tifóide, cólera, disenteria, peste bubônica e leishmaniose.

 

Acidentes aéreos: lixo acumulado perto de aeroportos causa acidentes (o avião se choca com um urubus ou outra ave grande). Pode causar morte de pessoas, além, claro, da morte do pássaro, que poderia ter sido evitada.

 

Chorume: é um líquido mal-cheiroso e nojento que o lixo acumulado produz quando vai se decompondo. O chorume é dez vezes mais poluente que o esgoto. Isso porque, além de conter matéria orgânica apodrecida, ele tem substâncias químicas e metais muito tóxicos. O chorume contamina o solo e pode chegar aos lençóis freáticos (espécies de rios subterrâneos que existem por toda a Terra e que jogam sua água nos mares, lagos, mangues e rios). Quanto mais o chorume se espalha, mais vai poluindo.

 

Poluição do ar: o lixo, queimado ou não, produz gases que fazem mal à saúde dos seres vivos e do planeta, como o gás metano e o gás sulfídrico. Esses gases poluem o ar e podem causar doenças respiratórias. O lixo queimado produz gás carbônico, um gás que é tóxico se estiver em grandes quantidades. Se a gente se lembrar que o ar do planeta já está cheio de gás carbônico por causa dos carros e das fábricas

 

Inundações: garrafas PET, sacos plásticos e outros lixos são levados pelas águas numa chuva forte. Eles acabam entupindo bueiros e até impedindo os rios de correrem por seus leitos. Isso causa inundações terríveis. A água suja das inundações estraga as casas das pessoas, mata animais domésticos e causa mais doenças na população.

 

Não deixe seu lixo sambando por aí. Carnaval sem lixo no chão é o que a cidade merece. Jogue o lixo no lixo.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.