Ver todas as notícias

11_1_2017__1_110117488694000_DisqueDenuncia(3).jpg - uploaded/imgs/noticias/11_1_2017__1_110117488694000_DisqueDenuncia(3).jpg - Disque Denúncia leva DRACO a prender assassino de Bombeiro em Maio de 2015


Disque Denúncia leva DRACO a prender assassino de Bombeiro em Maio de 2015

11/1/2017



Na manhã desta terça-feira (11), após informações chegadas através do Disque Denúncia, policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO/IE), prenderam em Nova Iguaçu, José Gomes da Silva, acusado de assassinar, em 2015, o 2º Sargento Bombeiro Militar, André Luiz Pereira Ferreira. Além de José, os agentes ainda conseguiram prender o foragido da justiça, Henrique Gomes da Silva.

Com as informações da denúncia, os policiais da DRACO se deslocaram até a Rua Manoel Luiz de Andrade, no bairro de Cabuçu, município de Nova Iguaçu, onde no início da manhã localizaram José Gomes da Silva. Ao avistar os agentes, ele tentou fugir pelo meio da mata, mas após cerco policial, acabou preso em posse de um revólver calibre 38 e munições de diversos calibres. Ainda em diligência naquela localidade, os agentes encontraram Henrique Gomes da Silva, evadido do sistema penal e filho de José Gomes.

Em Junho de 2015, o Disque Denúncia lançou um cartaz com recompensa de R$ 1 mil por informações que levassem à sua prisão. Na ocasião ele era suspeito de assassinar o 2º Sargento Bombeiro Militar, André Luiz Pereira Ferreira, de 41 anos, conhecido na corporação como André Deco, na noite de 16 de maio, com quatro tiros na Estrada do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes. A vítima chegou a receber os primeiros socorros no local do fato e deu entrada no Hospital Lourenço Jorge, já em óbito.

Na época, a Divisão de Homicídios, responsável pelo caso, informou que José Gomes e o bombeiro André Luiz começaram a se desentender por causa de uma obra que a vítima começou a fazer em sua residência e que, de acordo com o acusado, , invadia espaço de seu terreno. Segundo informações de testemunhas, após o crime, o suposto autor se refugiou mata adentro.

O Disque-Denúncia solicita a população que continue denunciando qualquer tipo de atividade criminosa através de seu APP de denúncias, onde é possível anexar fotos e vídeos, disponível nas lojas virtuais Google Play e Apple Store ou através dos telefones 2253 1177 (capital) e 0300 253 1177 (interior) no custo de uma ligação local. O anonimato é garantido ao denunciante.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.