Ver todas as notícias

16_10_2017__0_25bf37ad-d29d-4f0f-aba4-ddebc049cc38.jpg - uploaded/imgs/noticias/16_10_2017__0_25bf37ad-d29d-4f0f-aba4-ddebc049cc38.jpg - UPAm Pedra Branca realiza ações de combate aos crimes ambientais após denúncias do Linha Verde


UPAm Pedra Branca realiza ações de combate aos crimes ambientais após denúncias do Linha Verde

16/10/2017



A partir de denúncias enviadas pelo Linha Verde, do Disque Denúncia do RJ, policiais da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) Pedra Branca realizaram neste fim de semana, ações de combate aos crimes ambientais em Magé e Jacarepaguá. Nesses locais foi possível constatar a veracidade das denúncias após identificarem supressão de vegetação, construção irregular, desmatamento além de movimentação e parcelamento do solo.

Na primeira ação, a denúncia do Linha Verde levou os policiais da 1ª UPAm à Estrada Bulgaiville 144, no Anil, em Jacarepaguá, onde no local foi verificada a existência de diversos ilícitos ambientais dentro de uma área de aproximadamente 40 mil metros quadrados que beirava as margens do afluente do Rio das Pedras, configurando assim uma Área de Preservação Permanente. No local os agentes encontraram uma retroescavadeira e alguns funcionários que trabalhavam em uma construção irregular e constataram a movimentação e parcelamento do solo além de supressão de vegetação. A ocorrência foi registrada na 32ª DP, com base nos artigos 40 e 60 da Lei de Crimes Ambientais.

Em outra ação cuja denúncia também foi recebida pelo Linha Verde, os policiais se deslocaram até Magé, na Baixada Fluminense onde identificaram o crime de desmatamento na Avenida Jardim Nazareno, no lote 94. Segundo informações da UPAm, a área desmatada é de aproximadamente 400 metros quadrados e trata-se de uma área urbana. A ocorrência foi registrada na 66ª DP, de acordo com o Artigo 38 da Lei de Crimes Ambientais (9605/98).

O Linha Verde solicita a população que continue denunciando ilícitos ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253 1177 (capital), ou através de seu aplicativo para celulares “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou IOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, também com a garantia do anonimato. A população pode também conhecer e curtir o Linha Verde no facebook, através do endereço: www.facebook.com/linhaverdedd.

Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente.



Ver todas as notícias

© 2015 Disque-Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque-Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.